A História do Cartão de Visita

A Origem
Os primeiros cartões de visita tiveram sua origem em jogos de cartas, no século XVII. Onde jogadores escreviam suas assinaturas, e outras mensagens nas cartas para assegurar que pagariam as dividas contraídas no jogo. Em seguida os cartões de visita evoluíram para outros tipos de cartões, como os cartões de saudação, que eram utilizados para apresentar os seus donos com toda a pompa, num período em que cartão de visita representava status social .
Este tipo de cartão surgiu inicialmente na França, no reinado de Louis XIV. 
Nesse mesmo século, foram introduzidos na Inglaterra os chamados “Tradecards” ou simplesmente cartões comerciais. Que são precursores do cartão de visita como conhecemos hoje, e foram difundidos em toda a Granbetanha.
As primeiras manifestações de cartões comerciais apareceram na primeira metade do século XVII, em Londres. Foram utilizados como peças de propaganda e também como mapas, para orientar os consumidores de como chegar até os pontos comerciais, já que na época não existia um sistema de numeração formal.


Surgimento dos Cartões Comerciais
Logo a popularidade dos cartões comerciais aumentou rapidamente, pois era um meio de publicidade mais eficaz, e os jornais e revistas da época eram pouco desenvolvidos. Os cartões comerciais, na época, representaram uma grande evolução na forma de se comunica. Os cartões desta época eram impressas pelo método da xilografia (a exemplo de um carimbo) ou Letterpress (tinta sob um relevo, e pressionado contra o papel. Antes do século XIX, cartões comerciais eram feitos em “monotones” ou com tinta simples
Logo as empresas começaram a crescer necessitava de uma demanda mais expansiva. Em meados de 1830, a litografia, que utilizava várias cores acabou tornando-se um padrão de impressão na Europa. No curso do século XIX, a chegada da nova tecnologia e o aumento na demanda por comunicação, fizeram com que a a impressão e distribuição de jornais e revistas e informativos se tornasse mais dinâmica. A publicidade nesses meios tornou-se muito mais acessível e de rápida difusão.
Ainda no século XIX, a corte Francesa adotou cartões de visita regra de etiqueta e tão logo os cartões de visita chegaram ao resto da Europa e EUA. Foram incluídos refinados ornamentos gravados e fantásticos brasões. Cartões de visita ou cartões telefônicos foram acessórios indispensáveis para qualquer cavalheiro ou dama de classe média, durante o século XIX.
Senhoras da sociedade usavam um cartão de visita em suas visitas, para que fossem apresentadas pelos condutores de suas carruagens às pessoas de uma determinada casa. O condutor apresentava um cartão com o nome e título da senhora, que aguardava na carruagem, e, se a dona da casa desejasse sua visita, o condutor abriria a porta da carruagem. Caso contrário, a carruagem iria embora, sem expor sua passageira a uma situação de constrangimento
Sobre o uso dos cartões nos EUA
Já nos EUA ocorreu uma distinção muito clara entre cartão de visita e cartão de negócio. Os cartões de visita que usamos atualmente, nos Estados Unidos, ainda são chamados cartões de negócio,
O cartão de visita servia como prova palpável de um encontro social, semelhante a uma carta de apresentação. A pilha de cartões na sala, era um catálogo de mão que servia para saber quem havia ligado e quais ligações deveriam ser retornadas. Os cartões não foram utilizados pela classe trabalhadora dos EUA e nem fora dos eixos urbanos.
Por outro lado !Cartões de negócio!, eram muito comuns entre homens e mulheres de todas as classes, que tinham um negócio ou empresa para promover. Considerava-se de mau gosto usar cartões de negócio para fazer contato social. Um cartão de negócio deixado com um servente poderia significar que você havia lhe chamado para quitar uma dívida
Através dos séculos, pudemos observar a evolução dos cartões, tanto no processo de confecção como em sua utilidade. Isso serve para comprovar a tese de que os cartões de visita nunca perderão seu espaço. Mesmo com todos os avanços tecnológicos, cartão de visita sempre será uma ferramenta essencial nas negociações.
Cartões de Negócios utilizados no Século 19.
Nos dias de Hoje
Após 04 séculos de evolução os cartões hoje não tem mais limites, podendo ser confeccionados das mais diversas maneiras, com laminações de brilho, foscos, com relevo seco, com foto de produtos, com cortes especiais redondos, triângulos, enfim, o que a imaginação alcançar é possível fazer, estão muitíssimo longe de ser ícone de um status social, mas sim uma peça elementar na complementação do marketing de uma empresa ou na divulgação dos serviços prestados por profissionais liberais e prestadores de serviços em geral.
Fonte: Belightsoft
A História do Cartão de Visita A História do Cartão de Visita Reviewed by Mariana Marcante on 13:47:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.