Dicas para criar uma apostila de qualidade!

Uma boa qualidade do material didático é um dos requisitos determinantes no sucesso de uma instituição de ensino. A apostila de estudos, quando bem organizada e com conteúdo rico, motivam os estudantes. Isso aumenta o engajamento da turma e leva a melhores resultados no aprendizado, na reputação da escola e até mesmo nos índices de inadimplência.

Por tudo isso, vale a pena dedicar esforços na confecção do material didático. Nesse sentido, um dos aspectos mais importantes é a qualidade da impressão. Ela valoriza o conteúdo, prolonga a vida útil da apostila e contribui para a construção de uma imagem positiva da instituição de ensino.

Abaixo 5 dicas para ter uma apostila incrível!

Dicas para criar uma apostila de qualidade!

Primeiro: Um bom conteúdo

Antes de começar a redação do material, é bom contar com um planejamento pedagógico bem estruturado para servir de norte na montagem das aulas. Dessa forma, a apostila de estudo pode ser construída com base nos projetos previstos para a aprendizagem progressiva da turma.

Outra dica é ter bons profissionais envolvidos na produção do conteúdo: professores especialistas e, preferencialmente, que estejam alinhados à proposta pedagógica da escola. Por fim, os assuntos precisam ser organizados de modo que contribuam com o aprendizado, seguindo uma sequência lógica e conectiva nos tópicos.

Segundo: Diagramação e tipo de letra

Com o conteúdo redigido, os exercícios elaborados e após uma boa revisão, vem a etapa de diagramação do material. Os elementos gráficos devem ser distribuídos com clareza e precisam ter coerência com a identidade visual da escola para reforçar o branding da marca.

Além disso, vale a pena apostar em uma edição tipográfica adequada. Algumas fontes não são apropriadas para textos longos, por exemplo, pois podem ocasionar o cansaço do leitor e a perda de legibilidade. Títulos e subtítulos também merecem cuidado para que tenham um destaque intuitivo.

Terceiro: Arquivos em boa qualidade e resolução

Um dos aspectos fundamentais para conseguir uma apostila de estudo de alta qualidade é cuidar da resolução gráfica do conteúdo. Isso vale principalmente para as matérias em que há uso de imagens, gráficos e tabelas. Para tanto, atente no tamanho em que será feita a impressão para descobrir a resolução ideal.

Quanto maior for a dimensão do material desejado, maior deverá ser a medida de DPI (sigla em inglês para Pontos Por Polegada). Desse modo, você evita que as imagens ou mesmo o texto fiquem com sinais de fracionamento. Se compactar o arquivo para enviá-lo à gráfica, observe se não haverá muita perda de resolução.

Quarto: A experiência da gráfica

Com tudo pronto — redação, revisão, diagramação e preparação do arquivo —, é hora de procurar a gráfica. Para isso, não leve em conta somente o valor, muitas vezes o custo menor, resulta em impressos de baixíssima qualidade faça um bom comparativo de custo-benefício. Além de a empresa fazer muita diferença na qualidade final da impressão — por conta dos equipamentos disponíveis e técnicas utilizadas —, ela também deve oferecer um bom atendimento e agilidade de processos.

Assim, os profissionais especialistas poderão ajudar com dicas sobre os melhores materiais, acabamentos etc. Então, faça uma busca pelas gráficas da sua região e procure conhecer as experiências de antigos clientes, além, é claro, de olhar o portfólio da empresa com trabalhos similares feitos anteriormente. Em resumo, observe:

  • o custo-benefício oferecido pela empresa;
  • o cumprimento de prazos;
  • a qualidade dos produtos entregues;
  • a reputação da gráfica.

5. Preze pela qualidade da impressão

Agora, em relação à impressão em si, as escolhas fazem toda a diferença: tipo de papel, cores utilizadas, seleção de acabamentos, entre outras. Lembre-se do impacto dos materiais didáticos de qualidade no rendimento dos alunos e na reputação da escola. Então, pense, sobretudo, no que você quer que chegue às mãos dos alunos.

Papel

Escolher um papel inadequado é um dos grandes erros de impressão, pois o tipo e a gramatura influenciam muito na qualidade final da peça. Por exemplo, para uma apostila de estudo, as opções com textura fosca e sem verniz são mais indicadas. Veja alguns dos tipos mais comuns:

  • Couché fosco: textura lisa e bastante resistência;
  • Color plus: boa aderência de cores;
  • Papel jornal: opacidade e alto rendimento, porém, mais frágil;
  • Off-set: excelente custo-benefício, textura uniforme e resistência;
  • Reciclato: uma versão do off-set que passa pelo processo de reciclagem, por isso, tem uma tonalidade amarelada.

Capa dura

A capa dura é um diferencial que traz mais profissionalismo ao material, além de promover uma proteção maior à parte interna da peça. Apesar de exigir um investimento um pouco maior, esse cuidado pode ser decisivo na qualidade final do produto, em termos de estética e durabilidade.

Apostilas Personalizadas

Impressão colorida

No mesmo sentido, a impressão colorida garante um resultado diferente no material. A apostila de estudo se torna mais convidativa e intuitiva. Como dito, o zelo pela identidade visual da marca é fundamental para reforçar a imagem da instituição, então, vale a pena evidenciar as cores.

Acabamentos

Quanto ao acabamento gráfico, podemos dizer que é a “cereja do bolo” na impressão, tanto de materiais didáticos como de outras peças. São os detalhes finais que acrescentam requinte à peça e contribuem para que a apostila seja ainda mais atrativa. Veja quais são os acabamentos mais importantes:

  • Encadernação: é a técnica utilizada para unir todas as páginas do conteúdo. Os tipos mais comuns são o hot melt, o grampeamento, o wire-o e o espiral;
  • Corte: é feito com a técnica de refile, com o uso de uma guilhotina para eliminar as margens;
  • Laminação: consiste na aplicação de camada de películas plásticas sobre o papel, normalmente na capa;
  • Verniz: semelhante à laminação, mas com a vantagem de poder ser utilizado em papéis com gramaturas mais baixas também.

Quanto à aplicação de verniz ou de lâminas plásticas, uma observação importante é que esses acabamentos não são indicados para páginas com grande quantidade de texto, pois o brilho é responsável por cansaço visual. Para esses detalhes, conte com a ajuda dos profissionais especialistas na gráfica de sua escolha.

Com essas dicas, a apostila de estudo da sua escola será uma grande aliada nos resultados da instituição. Esse tipo de material é muito eficiente para apresentar o conteúdo das aulas, mas precisa de cuidados em sua produção e impressão para que contribua positivamente na consolidação e na reputação da marca.

1 Resultado

  1. Helena Soares disse:

    Olá eu imprimo apostilas regularmente para alguns cursos que realizamos aqui na empresa, são pequenas quantidades por turma, algumas vezes 15 unidades outras vezes um pouco mais, necessito saber se vocês tem algum método para receber as apostilas sob demanda e produzir com prazos curtos para entrega em Porto Alegre mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *