Outubro Rosa 2019 – Sua vida é importante!

Nesta campanha do Outubro Rosa de 2019 procuramos sinalizar como é importante a realização do auto diagnóstico.

E também a importância de realizar os exames para a identificação do tumor de câncer de mama.

Isto porque de acordo com O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima-se que:

Para cada ano do biênio 2018/2019, sejam diagnosticados 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil.

Só para exemplificar, isto é um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

O câncer de mama é sem dúvidas uma doença perigosa, por isso é necessário dar a devida atenção para os exames de identificação.

Acima de tudo você pode ler informações importantes na revista do INCA, Leia aqui.

Como realizar o diagnóstico?

O diagnóstico pode ser feito a partir de um auto exame e em seguida de uma consulta com profissional da área da saúde.

Como realizar o auto exame de mama?

Outubro Rosa 2019

De acordo com o INCA:

O rastreamento do câncer de mama é uma estratégia dirigida às mulheres na faixa etária em que o balanço entre benefícios e riscos dessa prática é mais favorável, com maior impacto na redução da mortalidade.

Os benefícios são o melhor prognóstico da doença, com tratamento mais efetivo e menor morbidade associada.

Os riscos ou malefícios incluem os resultados falso-positivos, que geram ansiedade e excesso de exames;

os resultados falso-negativos, que resultam em falsa tranquilidade para a mulher;

o sobre diagnóstico e o sobre tratamento, relacionados à identificação de tumores de comportamento indolente (diagnosticados e tratados sem que representem uma ameaça à vida);

e, em menor grau, o risco da exposição à radiação ionizante, se frequente ou sem controle de qualidade.

No primeiro, o exame de rastreio é ofertado às mulheres que oportunamente chegam às unidades de saúde, enquanto o modelo organizado é dirigido às mulheres na faixa etária alvo que são formalmente convidadas para os exames periódicos.

A experiência internacional tem demonstrado que o segundo modelo apresenta então melhores resultados e menores custos.

No Brasil, conforme revisão das Diretrizes para a Detecção Precoce do Câncer de Mama, publicada em 2015, a mamografia é o método preconizado para rastreamento na rotina da atenção integral à saúde da mulher.

A importância da mamografia | Outubro Rosa 2019

A mamografia é o único exame cuja aplicação em programas de rastreamento apresenta eficácia comprovada na redução da mortalidade do câncer de mama.

Com isso a mamografia de rotina é recomendada para as mulheres de 50 a 69 anos a cada dois anos.

Logo a mamografia nessa faixa etária e a periodicidade bienal são rotinas adotadas na maioria dos países que implantaram o rastreamento organizado do câncer de mama.

E baseiam-se na evidência científica do benefício dessa estratégia na redução da mortalidade nesse grupo e no balanço favorável entre riscos e benefícios 6.

Em outras faixas etárias e periodicidades, o balanço entre riscos e benefícios do rastreamento com mamografia é desfavorável 6.

Aproximadamente 5% dos casos de câncer de mama ocorrem em mulheres com alto risco para desenvolvimento dessa neoplasia. 

Risco elevado de câncer de mama inclui:

– história familiar de câncer de mama em parente de primeiro grau antes dos 50 anos ou de câncer bilateral ou de ovário em qualquer idade;

– história familiar de câncer de mama masculino;

– e diagnóstico histopatológico de lesão mamária proliferativa com atipia ou neoplasia lobular in situ 7.

  Como identificar os sintomas de câncer de mama?

Os principais sinais e sintomas da doença são:Primeiro ponto a saber caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; a pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja,

Terceiro alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos.

Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

O que causa o câncer de mama? |outubro rosa 2019

Não há uma causa única para o câncer de mama.

Diversos agentes estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como:

  • envelhecimento (quanto mais idade, maior o risco de ter a doença)
  • fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher (idade da primeira menstruação, ter tido ou não filhos, ter ou não amamentado, idade em que entrou na menopausa)
  • histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficiente e exposição à radiação ionizante.

Portanto a prática de atividade física e de alimentação saudável, com manutenção do peso corporal adequado, estão associadas a menor risco de desenvolver câncer de mama:

Com isso, cerca de 30% dos casos podem ser evitados quando são adotados esses hábitos.

Sobretudo a amamentação também é considerada um fator protetor.

Além de estarem atentas ao próprio corpo, mulheres de 50 a 69 anos devem fazer mamografia de rastreamento a cada dois anos.

Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes de a pessoa ter sintomas.

A mamografia nesta faixa etária, com periodicidade bienal, é a rotina adotada na maioria dos países que implantaram o rastreamento organizado do câncer de mama e baseia-se na evidência científica do benefício desta estratégia na redução da mortalidade neste grupo.

Então neste outubro rosa 2019 o ideal é estar atenta ao seu corpo.

outubro rosa 2019

E realizar não só o auto exame, bem como cuidar da alimentação e ir regularmente ao médico, principalmente se estiver na idade de 50 a 69 anos.

outubro rosa 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *